6 Tendências de SEO para se atentar em 2018

30 NOV 2017 - Digital
agencia m2mp seo

6 Tendências de SEO para se atentar em 2018

O marketing digital nunca para, principalmente o mundo do SEO, que está em constante evolução. Confira a lista do que não pode passar em branco a partir de agora: 

1. Respostas Rápidas do Google (Featured snippets and quick answers):
Posição 1 é passado. Agora a corrida ficou para a posição 0 nos resultados das pesquisas.
Mas como funciona o Featured Snippets? Quando pesquisamos algum conteúdo e assim aparece um bloco com trechos destacados na parte superior da página de resultados do Google. Esse trecho nada mais é do que um resumo do que o visitante verá na página do seu site, porém aprimorado para chamar mesmo a atenção do usuário.
Cada vez mais o Google está posicionando e colocando essas informações no topo. Nos EUA, mais de 20% das pesquisas já apresentam featured snippets. Então, organizar os conteúdos de uma forma que o Google goste e selecione o seu site é indispensável. Pesquisar a fundo sobre a intenção de pesquisa do usuário e como otimizar um conteúdo para atender a essa necessidade – e, consequentemente, aparecer na caixa de resposta rápida – pode aumentar a autoridade de um site, além da conversão de sua página.

2. Páginas não seguras:
Em 2017 o Google Chrome passou a acusar as páginas que não são seguras.
O problema é que sem o HTTPs, as conversões são afetadas consideravelmente, já que uma mensagem é mostrada ao usuário, alertando que este site pode não ser seguro. Mas como funciona o HTTPs? Em sites com este endereço, a comunicação é criptografada, aumentando significativamente a segurança dos dados, ou seja, uma vez conectados sob esse protocolo, a experiência on-line se torna segura e privada.
Além disso, segundo informações do Google, os sites seguros possuem uma camada distinta frente a outros sites e, futuramente, pode ser que essas páginas também venham a receber uma pontuação diferenciada no ranking de posições.  

3. Velocidade de carregamento:
Essa é uma tendência que já está acontecendo desde 2010 e é um fator de rankeamento de acordo com o próprio Google. No entanto, também é uma das táticas de SEO que serão tendências em 2018 por conta do próprio HTTPs, que deixa o site mais lento caso ele também não seja transferido para o HTTP2.
O HTTP2 é uma forma de ter a página carregada mais rapidamente por conta de um protocolo diferenciado, que é mais seguro, tem carregamento paralelo e transmite uma sensação de maior velocidade na abertura do site. Sendo assim, se for migrar para o HTTPs, já mude para o HTTP 2.0 para garantir mais velocidade. Em paralelo a isso, também continue o trabalho de SEO de otimizar CSS, JavaScript, HTML, imagens e tudo que for possível para agilizar o carregamento.

4. Accelerated Mobile Pages – AMP e inteligência artificial first
As páginas AMP possuem uma arquitetura que tem como objetivo diminuir a velocidade de carregamento. O AMP foi desenvolvido para carregar páginas em até 1 segundo — isso porque o Google entende que o foco da web é o conteúdo. Sem ele, nada faz sentido. E o Google está repleto de razão.
Segundo o diretor-geral do Google no Brasil, Fábio Coelho, já está ultrapassado dizer que o mundo é mobile first [dispositivos móveis em primeiro lugar]. “Estamos indo para uma combinação de machine learning e inteligência artificial. Fomos de mobile first para inteligência artificial first."
"O Google usa machine learning para combinar os objetivos do seu negócio ao comportamento de navegação dos seus consumidores, tomando decisões inteligentes em uma escala que seria impossível de fazer manualmente. Você pode usar essa tecnologia para reconhecer cada pessoa como um indivíduo único e ao mesmo tempo falar com toda a sua base", diz Coelho.
De acordo com dados da própria companhia, 70% das pessoas usam o celular para comparar o preço de produtos. "Precisamos conquistar os consumidores nesses micro momentos. O machine learning e a abordagem de dados ajudam a gente a entender o consumidor, que cada vez espera mais. Mais rapidez, acima de tudo: um passo, um clique, um segundo. Essa é a realidade que estamos vivendo."
Diante disso, começar a prestar atenção na relevância, taxas de conversão, posicionamento e visibilidade dos seus sites nos dispositivos móveis é mais do que essencial.

5. Experiência do Usuário (UX):
O Google tem como missão organizar todas as informações do mundo, e para conseguir isso, seus algoritmos seguem uma série de critérios para avaliar o que é relevante em cada busca realizada. Toda e qualquer busca feita na plataforma tem o objetivo de gerar o resultado mais relevante possível para o usuário.
Assim, utilizar o SEO corretamente (no conteúdo, na tecnologia e na autoridade), mantendo o foco na melhor experiência possível para o usuário, alinhando suas intenções de busca à resposta mais assertiva possível, o sucesso nos resultados está garantido. 

6. Comando de voz (voice search):
Resumidamente, o comando por voz é a procura por qualquer conteúdo na web através da interpretação da fala em microfones por computadores ou equipamentos.
De acordo com o Google, uma em cada cinco pesquisas é feita por comando de voz através de assistentes digitais pessoais e este número só tende a crescer. Pode-se dizer que em 2020, o que corresponde hoje a 20% das pesquisas por voz, deve passar a 50%. Um crescimento muito rápido considerando um espaço de dois anos. Então, alguns passos devem ser tomados:

  • Incluir keywords específicas (long tail keywords): Geralmente o comando de voz é utilizado em momentos que queremos uma informação exata. A procura pela resposta mais certeira tem sido através de palavras específicas.
  • SEO Local: Muitas pesquisas de voz giram em torno de consultas de navegação como, por exemplo, procurar organizações vizinhas ou na vizinhança. Por isso, é importante usar palavras como “mais perto”, “mais próximo” e responder às questões de pesquisa como horários e distâncias.
  • FAQ (Frequently Asked Questions): Principalmente para e-commerce, ter uma seção de FAQ no website com perguntas frequentemente feitas pelos consumidores e as respectivas respostas. Pense em como o público faria essa pergunta, coloque-se no lugar dele para garantir que terá a resposta que ele procura.

Portanto, é recomendado começar a se preparar para o voice search, que está ligado com o featured snippets, já que eles são utilizados nas respostas dadas em buscas por voz.

Muita coisa nova, não é verdade? E nós da M2MP podemos te ajudar. Com uma equipe especializada em Google e Marketing Digital, sua empresa obterá resultados positivos e ótimas conversões.
Clique aqui e entre em contato conosco.